MANTENHA-ME EM SUA MEMÓRIA

Nesta quinta, 20 de julho de 2017, faleceu Chester Bennington, 41 anos, a polícia investiga, mas tudo indica suicídio. Repercussão em vários tabloides e sites. Sobretudo, nesta pauta, terá uma retrospectiva de sua trajetória e legado, selado em toda uma geração.

Legado

O vocalista nasceu em Phoenix, Arizona. Antes de apostar tudo na banda, trabalhou em vários locais, o último emprego foi de barista.  A banda teve seu início em 1996 no condado de Los Angeles, (Agoura Hills – EUA). O ritmo é classificado como rock e possui elementos de nu metal e rap.  Entre as curiosidades da banda a escolha do nome, inspirado num estacionamento na Califórnia, saiu de “Lincoln Park” para “Linkin Park”, isto porquê na época a banda não tinha dinheiro para pagar o domínio.

Chester além de ser vocalista da Linkin Park, também participou do vocal da banda Stone Temple Pilots, lançou o EP high rise com 5 faixas. Segundo ele, havia realizado um sonho por ter acompanhado a banda desde jovem. Entre prêmios e crises, o artista deixou suas pegadas não apenas na música, mas nas telas de cinema com participações no filme adrenalina e jogos mortais.

Além da longa lista artística, foi coadjuvante no mundo das passarelas, foi designer de moda no Haus Design em 6 de junho de 2014, em Berlim, Alemanha. Deixou, Talinda Ann Bentley e seis filhos além da legião incontável de fãs espalhados em todo o mundo.

Trajetória

É fato que a banda fez sucesso por mais de uma década e influenciou milhares de pessoas ao redor do mundo, mas nem sempre foi simples, logo nos primórdios da carreira linkin park foi rejeitada 44 vezes até consegui o primeiro contrato na Warner Bros. Foram persistentes, persistência que no primeiro álbum lançado em 2000 com de título hybrid theory, estremeceram o cenário da música alternativa da época, In the end, faint, lying fromm you, entre outros, foram sucessos eminentes vencedores de prêmios na categoria, entretanto não foi o único albúm que ultrapassou milhões em vendas. Três anos depois Numb lidera a billboard e traz mais prêmio ao grupo, com aceitação ainda maior do público nacional e internacional. Do mesmo album(Meteora) Breaking the habit recebe destaque, com indicação no Kerrang! Award: Melhor single; Após tanta repercussão, carregando um histórico de milhões de álbuns vendidos, junto a prêmios, indicações e uma legião de fãs, vestindo a camisa, a banda não parou de produzir sucesso. Em 2007 “What i’ve done” ÁlbumMinutes to Midnight, commais  indicação ao Grammy Award: Melhor Performance de Hard Rock, New divide (ÁlbumTransformers: Revenge of the Fallen – 2009);   Burn it down (ÁlbumLiving Things – 2012) indicação: MTV Video Music Award: Melhor Clipe de Rock e outros. Em maio de 2017, tocou no Maximus Festival em SP, na turnê One More light. No dia 20 o clipe talking to myself foi lançado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support