Festival PreAmp Conexão PE 2019.

Nos dias 22 e 23 de Fevereiro, o Cais da Alfandega, localizado no bairro do Recife-PE, recebeu mais uma edição do Festival PreAmp Conexão PE-2019. Evento realizado pela Amp- Articulação Musical Pernambucana em parceria com a Prefeitura da Cidade do Recife.

Ao longo desses Quinze anos de existência, o PreAmp vem destacando vários artistas dos mais variados ritmos e estilos. Fator extremamente importante para o crescimento e valorização da cultura musical Pernambucana.

Dentre as mais de Cem bandas cadastradas, foram escolhidas Dez para disputar o festival onde a premiada terá o seu primeiro álbum de carreira mixado e masterizado que será distribuídos em 100 pendrives em comemoração aos 15 anos da AMP.

As bandas que fizeram parte da lineup do festival foram selecionadas por região: Sertão, Agreste, Zona da Mata, RMR e Capital. Abaixo você confere os nomes escolhidos:
Rasga mortalha -Siba Carvalho -Caboclo Mestiço -Alysson Islan -Ednardo-ali -Uscafuçu -Verdes&Valterianos – Luamarte – Cássio Oli- Dejanira

Após o show, conversamos com Tiago Ferreira e Nino Alves, integrantes da banda Uscafuçu, para saber como foi a experiência de tocar em um evento de tamanha grandeza. Confira!

Vitrola Digital – Percebemos que ao término do show as pessoas ainda estavam vibrando e gritando o nome da banda. Como vocês se sentem após serem tão bem recebidos pelos público?

Nino Alves – “Poxa, foi uma sensação banaca! A gente faz música pra isso, né? Para o povo! E ter essa resposta, esse feedback do público traz uma felicidade imensa e a instigação aumenta ainda mais. Costumamos Dizer que o lema da banda é trazer alegria, instigação para o povo, e quando acontece essa troca com o público é bom demais… Estar em um palco desses, tocar em uma estrutura dessas e receber esse tratamento incrível da produção, é bom demais! E a gente está muito feliz em ter entrado, em estar mostrando o nosso trabalho a um público novo, né? Agora vamos esperar o resultado e se Deus quiser vai dar tudo certo!”

Uscafuçu- Foto: Milena Ferreira

Vitrola Digital: De onde surgiu a ideia do nome da banda e dos trajes que vocês usam?
Tiago Ferreira: Bom, está tudo em uma coisa só…(risos) A ideia surgiu quando a gente começou a ensaiar e pensamos: Não, vamos dar um nome, uma identidade mais forte. Ai surgiu essa ideia dos figurinos. E sobre o nome “Uscafuçu”; vem daquela galera que trabalha no pesado mesmo, sabe? Pedreiro, feirante, gari, gente que trabalha no pesado mas no final de semana se veste com sua roupa colorida, põe seu perfume e vai aos bailes dançar lambada, forró, enfim… E na segunda feira está lá, de novo, honestamente no trabalho cheio de alegria. A ideia vem daí, em querer levar alegria para o povo, meio brega – meio arrumado, mas sempre passando energia para o povo.

A banda Uscafuçu ficou em terceiro lugar no festival. Posição que rendeu bons frutos para o carnaval.
Conversamos também com a Luamarte, banda selecionada para representar a região da Zona da mata.

Luamate- Foto: Milena Ferreira

Vitrola Digital: Já faz um tempo que a gente acompanha o trabalho de vocês, inclusive, tivemos a honra de cobrir o lançamento do single “Por um Triz” que aconteceu no teatro Silogeu, em Vitoria de Santo Antão. Conta pra gente a sensação de tocar em um dos principais polos do carnaval do Recife?

Afonso: Realmente, quando a gente para pra pensar como as coisas vem acontecendo…vocês do Vitrola vêm acompanhando nosso trabalho, vem acompanhando nossa trajetória e sabe a dificuldade que é fazer música autoral, estar no mercado com um trabalho independente. Acho que quando a gente para pra pensar chega a emocionar. Porque realmente, um dia desses a gente estava no teatro em Vitória de Santo Antão e hoje estamos aqui, em um dos principais palcos do carnaval do Recife e do Brasil.

As bandas que ocuparam o ranking do festival foram:
1° Lugar- Cássio Oli
2° Lugar – Siba Carvalho
3° Lugar- Uscafuçu

Confira todas as fotos do evento em nossa galeria!